Ebooks · Literacia da informação · Literacia dos média · Novas literacias

Ebook gratuito «Net Viva e Segura»

A DECOJovem disponibiliza gratuitamente o ebook Net Viva e Segura.

«O número de portugueses que usa a Internet continua a crescer de ano para ano. Hoje, três em cada quatro portugueses utilizam a Internet todos os dias, sendo que 80% dos utilizadores da internet acedem através de smartphones. Vários estudos da DECO concluem que os consumidores estão mais preocupados com a privacidade e a segurança online. Mas fica sabendo que navegar na internet e participar nas redes sociais de forma segura é mais fácil do que parece. Existem ferramentas para te proteger e nós damos-te alguns conselhos muito práticos para gerires a tua informação e partilhas nas redes sociais. Contamos-te todos os segredos para utilizares a internet com segurança, privacidade e respeito»

Literacia da informação · Literacia dos média · Novas literacias

Lançamento 14.ª edição do concurso Desafios SeguraNet

A Direção-Geral da Educação promove a 14.ª edição do concurso Desafios SeguraNet dinamizada no âmbito do Centro de Sensibilização SeguraNet. Este concurso contempla quatro categorias, com desafios sobre temas relacionados com a Cidadania Digital, dirigidas, respetivamente, aos 1.º, 2.º, 3.º ciclos do ensino básico e ainda a pais/encarregados de educação. As Escolas podem fazer o seu registo com o código de estabelecimento de ensino (DGEEC) no portal SeguraNet.

O primeiro desafio já se encontra disponível.

  • No que se refere ao 1.º ciclo do ensino básico, as turmas registadas serão, ao longo do ano, convidadas a responder a três desafios.
  • Relativamente ao 2.º e 3.º ciclos do ensino básico, as equipas de alunos e professores poderão responder a um desafio por mês e as equipas de encarregados de educação a desafios trimestrais.

Este concurso é uma iniciativa enquadrada nas ações estratégicas de ensino, orientadas para o Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, definidas nas Aprendizagens Essenciais da disciplina de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) e nas Orientações Curriculares para as TIC, no 1.º Ciclo, no domínio da Cidadania Digital. Além disso, as atividades poderão, também, ser dinamizadas no âmbito da disciplina Cidadania e Desenvolvimento, nos domínios: Direitos Humanos; Saúde; Sexualidade; Media, Literacia Financeira e Educação para o Consumo e Segurança, Defesa e Paz.

Registo emhttp://www.seguranet.pt/pt/desafios

Vídeo de divulgação do concurso: https://www.youtube.com/watch?v=hOjaGAGZ5YM&feature=youtu.be

Eventos · Seminários/Conferências

18.º Encontro ETerna Biblioteca

A Divisão de Educação e Juventude da Câmara Municipal de Sintra promove, pelo décimo oitavo ano consecutivo, a ETerna Biblioteca – Encontro de Professores e Educadores do Concelho de Sintra sobre Bibliotecas Escolares, a qual decorrerá no dia 20 de Novembro de 2020, no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra.

18.º Encontro ETerna Biblioteca  (ver Programa mais baixo) decorrerá em modo presencial e/ou com transmissão online em directo (neste caso, sem necessidade de inscrição prévia) a partir da página do Youtube da Câmara Municipal de Sintra:

youtube.com/câmaramunicipaldesintracms

A participação presencial no Centro Cultural Olga Cadaval e a frequência dos ateliês (presenciais e online) carecem de inscrição obrigatória.

Inscrições, aqui:  http://bit.do/ETernaBiblioteca18

Bibliotecas · Leitura · Livros

10 livros nos quais as bibliotecas são protagonistas

Na data em que se assinala o Dia Internacional da Biblioteca Escolar, deixamos aqui dez livros que têm as bibliotecas como protagonistas, muitos deles autênticas obras-primas da literatura mundial.

A Biblioteca à Noite

de Alberto Manguel

A partir da sua mítica biblioteca pessoal, Alberto Manguel, um dos mais conceituados bibliófilos do mundo, conta-nos tudo o que sabe sobre a história, o fascínio e os enigmas das bibliotecas. Ao construir a sua biblioteca com mais de 40 mil livros num antigo presbitério em França, Alberto Manguel debateu-se com as mesmas questões de um qualquer bibliotecário caseiro: é melhor dividir por línguas? A ordem alfabética será a mais prática? Os géneros não deviam estar agrupados?


O Nome da Rosa

de Umberto Eco

A ação desta obra-prima de Eco decorre num mosteiro beneditino, na Itália medieval, onde Guilherme é chamado para investigar a misteriosa morte de um dos monges, Adelmo de Otranto. No entanto, a morte de Adelmo é apenas a primeira de uma sequência de sete mortes, que ocorrem em sete dias consecutivos e, todos os acontecimentos parecem estar ligados a um dos lugares mais misteriosos do mosteiro, a biblioteca, uma estrutura labiríntica distribuída por 56 divisões, cada uma associada a uma letra que, por sua vez, corresponde a uma região geográfica.


A Biblioteca

de Zoran Živkovic

«Segundo parecia, sempre que abria aquele livro estava perante um novo romance, inédito e genial. Comecei a abri-lo e fechá-lo rapidamente. Enfeitiçado, observava os títulos a substituírem-se uns aos outros. De repente, parei a meio de um movimento. O que acontecia com uma obra depois de eu fechar o livro? Com a minha precipitação infantil tinha perdido para sempre várias obras-primas em potência da literatura universal.» Esta antologia do sérvio Zoran Živkovic é composta por seis breves narrativas em que as bibliotecas são protagonistas, desde uma biblioteca virtual que tem todas as respostas, a uma que serve de castigo eterno e a uma tão requintada que não aceita edições de bolso.


Ficções

Jorge Luis Borges

Quando se pensa em bibliotecas na literatura, uma das primeiras que nos ocorre será inevitavelmente a de Babel, uma biblioteca quase infinita, constituída por livros que apresentam todas as combinações possíveis de letras. «A Biblioteca de Babel» é apenas um dos contos de Ficções, um dos livros mais representativos da obra borgesiana e exemplo da grandeza e do génio de Jorge Luis Borges.


Bibliotecas Cheias de Fantasmas

Jacques Bonnet

Tem medo de morrer durante o sono esmagado pela sua biblioteca? A acumulação de livros coloca a existência da sua família em risco? Arruma os livros por tema, língua, autor, data de edição, ou formato, ou segundo um critério que só você conhece? Poderemos pôr lado a lado na estante dois autores irremediavelmente desavindos?

Em jeito de confissão,  Jacques Bonnet descreve os seus peculiares hábitos de bibliófilo, a ordem da sua imponente biblioteca e a impulsão que o levou a angariar mais de 40 mil livros. Um desabafo que é também uma homenagem ao poder da palavra escrita.


Longe da Terra

Rebecca Makkai

Lucy Hall esconde um coração inquieto sob uma aparência tranquila. O seu maior desejo é de liberdade. A sua maior paixão é a literatura. A decisão de aliar ambos leva-a a aceitar um emprego na minúscula biblioteca de uma cidade perdida no interior dos Estados Unidos. Mas o anonimato bibliófilo de Lucy é posto em causa no dia em que encontra uma criança furtivamente acampada na biblioteca.


A Bibliotecária de Auschwitz

Antonio G. Iturbe

Num lugar onde os livros são proibidos, a jovem Dita esconde debaixo do vestido os frágeis volumes da biblioteca pública mais pequena, recôndita e clandestina que jamais existiu. No meio do horror, dá-nos uma maravilhosa lição de coragem: não se rende e nunca perde a vontade de viver nem de ler porque «abrir um livro é como entrar para um comboio que nos leva de férias».


A Biblioteca dos Livros Proibidos

de Tom Pugh

Janeiro de 1562. A Europa é o epicentro de uma verdadeira luta entre a luz e as trevas. Em Moscovo, Matthew Longstaff tenta cumprir a missão que lhe foi confiada: roubar um livro da biblioteca privada de Ivan, o Terrível. Longstaff trabalha para os Otiosi, um grupo clandestino de livres-pensadores determinado a manter acesa a chama do livre-pensamento que começa a expandir-se por toda a Europa. Também a trabalhar para os Otiosi encontra-se o médico e aventureiro Gaetan Durant, encarregado de obter um palimpsesto raro.


Os Homens que Salvavam Livros

de David E. Fishman

Esta é a história verdadeira e quase inacreditável de um grupo de poetas e intelectuais residentes no gueto de Vilna – a Jerusalém da Lituânia – que arriscaram a vida para resgatarem milhares de livros e manuscritos apreendidos por nazis e soviéticos.


A Biblioteca da Morte

de Glenn Cooper

A ação decorrer em três épocas, ano de 777, pós-Segunda Guerra Mundial e nos nossos dias. Tudo começa quando um assassino em série inicia uma série de mortes. Nada une as vítimas a não ser um postal que todas receberam onde são informadas do dia e da hora em que vão morrer. É designado para o caso um agente lendário do FBI com um passado conturbado, um problema com bebida e nada a perder. Acaba por descobrir-se que o segredo para tão estranho comportamento está encerrado numa biblioteca de um convento que originou uma série de mortes em 777.

Eventos · Formação · Seminários/Conferências

XIII Encontro de Bibliotecas Escolares de Leiria – inscrições abertas

XIII Encontro de Rede de Bibliotecas Escolares de Leiria
17, 19, 24, 26 e 28 de novembro | online

A iniciativa promovida pelo Município de Leiria, pela Rede de Bibliotecas Escolares, pelas Bibliotecas do Politécnico de Leiria, pela Rede de Bibliotecas do Concelho de Leiria e pelo Centro de Formação da Rede de Cooperação e Aprendizagem, decorrerá nos dias 17, 19, 24, 26 e 28 de novembro. As sessões, bem como as oficinas, irão acontecer em formato online entre as 18h30 e as 21h30. A exceção será no dia 28, sábado, no qual as oficinas decorrerão das 9h30 às 12h30.

Aguarda-se a acreditação do Encontro como curso de formação- 15 horas, pelo CCPFC.

Mais informações e inscrições em: https://cutt.ly/zgbqQQD

Literacia dos média · Novas literacias

Aprender na era digital

Os meios digitais são, em pleno século XXI, uma extensão de nós próprios e a discussão é se alteraram a forma humana de aprender. É hoje de forma diferente do que quando a informação nos chegava apenas através de plataformas tradicionais? Uma questão de estímulos que começou com a televisão e é, na era digital, incontornável.

A questão foi lançada a Célia Oliveira no programa Fronteiras XXI, sobre os limites do cérebro. A especialista em Psicologia Experimental e Ciências Cognitivas acredita que aprendemos hoje da mesma forma que sempre o fizemos. O cérebro trabalha com os mesmos mecanismos, mas a quantidade de estímulos a que estamos expostos é que, sendo muito maior, molda as nossas competências.

Assistir ao vídeo aqui.

Concursos

Concurso Media@ção!

Está de volta nova edição do concurso Media@ção.

A novidade maior está no tema a abordar A minha experiência com os media em tempos de pandemia e, ainda, na integração de outras duas entidades promotoras, o Plano Nacional de Cinema e o Centro Nacional de Cibersegurança.

Os trabalhos a apresentar seguem o formato das edições anteriores, isto é, podem ser vídeos ou podcast de 3 minutos.

Sugerimos aos interessados começarem por uma leitura atenta do Regulamento e pela consulta dos tutoriais A linguagem audiovisual.

A participação no concurso não necessita de inscrição, basta a entrega dos trabalhos até ao dia limite: 7 de abril de 2021.

Concurso Nacional de Leitura · Concursos · PNL · RBE

Concurso Nacional de Leitura 2020-21

A 14.ª Edição do Concurso Nacional de Leitura (CNL) decorre entre o dia 1 de outubro de 2020, data oficial de abertura, e o dia 5 de junho de 2021, dia da grande final, em Oeiras, e desenvolver-se-á em 3 fases:

Fase Escolar / Municipal  – Engloba as provas nas escolas/agrupamentos e nos municípios e compreende 2 momentos:

O 1.º momento é da responsabilidade das escolas/agrupamentos do Continente e dos Arquipélagos dos Açores e da Madeira, bem como do Camões, IP e da DGAE/DSEEPE, nas escolas portuguesas e da Rede de Ensino Português no estrangeiro que aderirem a esta iniciativa.

O 2.º momento traduz-se pela realização de provas organizadas pelas Bibliotecas Municipais, dirigidas aos alunos vencedores do momento anterior.

Fase Intermunicipal  – Esta fase congrega os vencedores selecionados em cada um dos municípios para a realização de provas nas Comunidades Intermunicipais ou Áreas Metropolitanas, a decorrer nestas datas.

Fase Nacional  – conta com a participação de todos os parceiros e é constituída por uma prova que apurará cinco finalistas em cada nível de ensino, os quais serão, na cerimónia final, ordenados em função da avaliação de um júri nacional, a constituir para o efeito. Esta fase conta com a parceria e apoio da Câmara Municipal de Oeiras.

Calendarização

07/10 – 19 /10: Inscrição no CNL pelas escolas, no formulário disponibilizado em SIPNL

26/10: Publicação da lista de escolas inscritas

Até 29/10: Divulgação da lista das obras para a fase intermunicipal

29/10 – 22/02: Fase escolar/municipal

23/02 – 24/02: Registo das obras lidas e alunos apurados para a fase seguinte

08/03 – 26/04: Fase intermunicipal

27/04 – 30/04: Registo das obras lidas e alunos apurados para a fase seguinte

Até 07/05: Publicação das obras lidas e alunos apurados para a fase seguinte

19/05: Prova escrita de pré-seleção online

05/06: Final nacional

Formação

Ação de Formação Brain IDeas – dá valor às boas ideias | Contributos para a Educação dos Jovens Consumidores

A DecoJovem, em parceria com a RBE, vai dinamizar uma Ação de Curta Duração «Brain IDeas – dá valor às boas ideias | Contributos para a  Educação dos Jovens Consumidores», desenvolvida no âmbito do projeto Brain IDeas, que tem como objetivo sensibilizar os mais novos para os  os temas da propriedade intelectual, direitos de autor, pirataria e contrafação, entre outros.

A Ação de Formação é dirigida aos professores bibliotecários e aos professores da rede de escolas DECOJovem, tendo como principal objetivo motivar e capacitar estes professores para assumirem um papel mais ativo na educação dos jovens consumidores. A ação de formação irá também contemplar a exploração do site e dos conteúdos construídos para apoiar os professores no desenvolvimento de atividades, sobre este tema, junto dos seus alunos.

Mais informações e inscrições aqui.