1.º ciclo · RBE · recursos

Roteiro para uso da biblioteca escolar – Escolas do 1.º ciclo do ensino básico e jardins-de-infância

21184571_q6LzW

Com este documento, a RBE pretende apoiar os professores bibliotecários na organização, gestão e dinamização das bibliotecas escolares nas escolas do primeiro ciclo e nos jardins-de-infância, convocando os docentes para uma melhor apropriação desta estrutura, através da apresentação de propostas facilitadoras da utilização da BE por todos.

Apresenta-se como um instrumento de operacionalização de trabalho colaborativo entre o professor bibliotecário e os docentes, visando apoiar o desenvolvimento de um conjunto de competências gerais e transversais às diferentes áreas curriculares e conteúdos programáticos, em contextos diversificados, promovendo a biblioteca escolar como um ambiente de aprendizagem transdisciplinar e dinâmico.

CNL · Concurso Nacional de Leitura · PNL · RBE

Concurso Nacional de Leitura 2018-19

13aedCNL.png

Regulamento

A 13.ª Edição do Concurso Nacional de Leitura (CNL) decorre entre o dia 3 de outubro de 2018, data oficial de abertura, e o dia 25 de maio de 2019, dia da grande final, em Braga.

O objetivo central do Concurso Nacional de Leitura é estimular o gosto e os hábitos de leitura e melhorar a compreensão leitora. A iniciativa tem como destinatários alunos dos 1.º,2.º, 3.º ciclos do ensino básico e alunos do ensino secundário.

Cabe ao Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL2027) a iniciativa e o desenvolvimento do CNL, ao longo de quatro fases consecutivas:

Fase Escolar – engloba as provas nas escolas, fazendo intervir as Bibliotecas Escolares, com o apoio das Bibliotecas Públicas Municipais;

Fase Municipal – engloba as provas nos municípios, fazendo intervir as Bibliotecas Públicas Municipais, com o apoio das Bibliotecas Escolares;

Fase Intermunicipal – engloba as provas no território das Comunidades Intermunicipais (CIM) / Áreas Metropolitanas de Lisboa (AML) e do Porto (AMP), Regiões Autónomas dos Açores (RAA) e da Madeira (RAM), fazendo intervir as Bibliotecas Públicas Municipais, com o apoio das Bibliotecas Escolares;

Fase Nacional – conta com a participação de todos os parceiros e é constituída por uma prova que apurará cinco finalistas em cada nível de ensino, os quais serão, na cerimónia final, ordenados em função da avaliação de um júri nacional, a constituir para o efeito.

Como em edições anteriores, o PNL2027, com o propósito de dar a esta celebração da leitura e da escrita um caráter mais universal e significativo, articula-se com a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), com a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), com o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua (Camões, IP), com a Direção-Geral de Administração Escolar/Direção de Serviços de Ensino e das Escolas Portuguesas no Estrangeiro (DGAE/DSEEPE) e com a Rádio Televisão Portuguesa (RTP), responsável pela cobertura televisiva do evento.

A participação no concurso está aberta às escolas do Continente e das Regiões Autónomas dos Açores (RAA) e da Madeira (RAM), das redes pública e privada que a ele aderirem, através da inscrição de alunos de todos os ciclos de ensino – 1.º ciclo / 2.º ciclo / 3.º ciclo / ensino secundário. Está igualmente aberta aos alunos das Escolas Portuguesas no Estrangeiro (EPE) da área de influência da Direção-Geral de Administração Escolar/Direção de Serviços de Ensino e das Escolas Portuguesas no Estrangeiro (DGAE/DSEEPE) e aos alunos da rede de Ensino Português no Estrangeiro (EPE) do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua (Camões, IP).

PNL · Seminários/Conferências

Conferência PNL2027 31.10.2018

Conf_PNL2018_BannerSitePNL.jpg

A atualidade da leitura constitui o tema da segunda conferência do PNL2027, enquanto elemento primordial do presente e condição universal de futuro. Aprender, trabalhar, criar, ser livre e autónomo, gerir emoções e sentimentos, ter consciência de si e dos outros, conhecer e compreender o mundo, tomar decisões, exige dos cidadãos que se façam leitores fluentes, críticos e reflexivos.

Ler e escrever bem são o pilar insubstituível desta construção pessoal e social, determinante face à complexidade, fluidez e mudança acelerada do mundo contemporâneo e à emergência de novas formas de leitura, escrita e comunicação que, longe de o dispensarem, o exigem cada vez mais. Ler e  escrever obrigam, hoje, a  uma competência acrescida, que tanto deriva da rapidez, dispersão, interconexão e volatilidade da informação própria dos ambientes digitais, como da necessidade simultânea de uma literacia básica e fundacional, compreensiva, profunda e lenta, que só a aprendizagem sólida e a prática continuada da leitura e da escrita possibilitam. É esta dupla exigência de compreender, aplicar e transferir para múltiplos contextos e situações esse saber total que faz deste tema um desígnio para o presente e o futuro.

O imperativo ético e político da leitura e da literacia como alicerces do desenvolvimento da sociedade portuguesa e do país ditou a renovação, por mais dez anos, do Plano Nacional de Leitura, abrangendo todos os públicos: as crianças, desde a primeira infância, em que se lançam as bases da literacia e do prazer de ler e que, ao longo da escolaridade, vão adquirindo e reforçando as suas competências leitoras e o gosto pela leitura e pela escrita; os jovens e jovens adultos, com os quais as práticas de leitura se expandem e diversificam, fundindo-se com outros interesses e modos culturais de ler, de se exprimir e de comunicar; os adultos menos e mais qualificados, porque a leitura é  para a vida, seja por vontade própria, razões académicas ou motivos profissionais.

A conferência Presente-Futuro: a Atualidade da Leitura é dedicada a estas múltiplas dimensões, tendo por objetivo promover a reflexão e o debate sobre a investigação, os projetos e as experiências que melhor traduzem o pensamento e a ação a seu respeito.


Para participar na Conferência PNL2027 de 2018 e obter o seu certificado, faça o registo.

 

Via PNL

Bibliotecas · MIBE · RBE

Eu ♥ biblioteca escolar | MIBE 2018

mibe

A partir do tema definido pela International Association of School Librarianship (IASL) para o International School Library Month (ISLM) em 2018, “Why I love my school library”, a RBE procurou uma formulação que melhor traduzisse para a língua portuguesa a ideia transmitida, optando-se por uma linguagem híbrida em que todas as gerações se reveem: “Eu ♥  biblioteca escolar”.

Como habitualmente, o Dia Internacional da Biblioteca Escolar será assinalado na quarta segunda-feira de outubro, dia 22.

Para além das propostas da IASL disponíveis aqui, a Rede de Bibliotecas Escolares lança o habitual desafio, para assinalar o Mês Internacional da Biblioteca Escolar (MIBE) e celebrar a importância das bibliotecas e de tudo o que têm de bom.

Mais informações aqui.

Seminários/Conferências

SEMINÁRIO Fólio 2018 «Ócio e negócio: a invenção do futuro, Educação, Leitura e Literatura» – 29 e 30 de setembro

f3a092a8827ad689071b05eef00c220a

PROGRAMA

Dia 29, sábado

ÓCIO E NEGÓCIO: A INVENÇÃO DO FUTURO. LEITURA, LITERATURA, EDUCAÇÃO

Casa da Leitura

09h00 – Receção

09h30 Abertura – Representantes da CM Óbidos, Min. Cultura, Min. Educação, Centro de Formação, FOLIO

9h15 – Desafio de Leitura. Inocêncio Casquinha

10h00 – Leitura e História em Hans Staden: Diálogos entre culturas no Sítio do Pica-Pau Amarelo – Antônio Torres (Brasil]

10h30 – Literatura, Educação e Cidadania, ócio e negócio – Pedro Rocha dos Reis (Lisboa)

11h15 – Intervalo

11h30 – Painel 1. Leitura e escrita – Planos Nacionais de Leitura – com José Castilho Marques Neto (Brasil), Teresa Calçada (Portugal), moderação a confirmar

13h00 – Desafio de Leitura. Academia de Música de Óbidos

13h15 – Almoço

15h00 – Oficinas do Seminário* – sessões práticas para o máximo de 50 participantes (1º turno):

  1. Visto e Feito. Folio Ilustra: Exposição e Mercadinho / Mafalda Milhões – 30 participantes.
  2. Tempo e escola – práticas de flexibilidade curricular / Equipa do Agrupamento de Escolas de Rio Maior* – 30 participantes.
  3. / Benita Prieto – 30 participantes.
  4. O Som das Histórias / Rádio dos Miúdos – 15 participantes.

*Inscrições a serem efetuadas no momento de registo e acreditação no Seminário (receção).

16h30 – Intervalo

16H45 – Painel 2 Bibliotecas escolares, Futuro em Invenção Permanente, com Vincent Liquète (França), Manuela Silva (Portugal), moderação a confirmar

18h00 – Desafio de leitura. Afonso Dias

18h15 – Fruição livre do FOLIO

23h00 – Antes da madrugada… Serão de Contos Folio Educa – de bar em bar, pelas ruas de Óbidos. Afonso Dias, Benita Prieto, Inocêncio Casquinha, Miguel Horta, Thomas Bakk.

Dia 30, domingo

ÓCIO E NEGÓCIO: A INVENÇÃO DO FUTURO. LEITURA, LITERATURA, EDUCAÇÃO.

Casa da Leitura

(continua)

9h00 – Oficinas do Seminário (2º turno) – ver dia 29

10H30 Intervalo

10h45 – Painel 3. Tempo livre, tempo só nosso… – com Teresa Paiva (Lisboa)*, Maria José Araújo (Porto), modera Ana Bela Martins

12h15 – Ócio e Negócio : a Invenção do Futuro – conferência por Maria Manuel Baptista (Aveiro)

13h15 – Encerramento e balanço das oficinas e dos painéis. Representantes da CM Óbidos, Min. Cultura, Min. Educação – Secretário de Estado da Educação, João Costa, CFAE; CMO; FOLIO.

13h30 – Desafio de leitura. Academia de Música de Óbidos.

13h45 – Almoço

15h00 – Fruição livre do FOLIO. Percursos com guião de exploração

18h00 – Fim das atividades do Seminário.

Inscrições