Eventos · Literatura infantil

Travessia das Letras – 1.ª Festa Infantojuvenil da Língua Portuguesa

O projeto Travessia das Letras nasceu do desejo de aproximar culturas que partilham a mesma língua.

E quer, assim, promover o intercâmbio, atiçar a curiosidade, estimular a criatividade e expandir o imaginário pelo universo lúdico e onírico infantojuvenil.

Depois de quase dois anos de preparativos e contatos, a Travessia, como é carinhosamente chamada pelos participantes e envolvidos, faz a sua estreia em Oeiras, nos próximos dias 30 e 31 de março, com o tema Visões de mundos diferentes com idioma igual – o português que nos une e conta com participantes de Portugal, Brasil, Angola, Guiné-Bissau, Cabo Verde e Moçambique.

Esta sua primeira edição vai muito além de um projeto cultural, ao assumir o caráter de proposta educativa construída com a participação e sugestões de autores, editoras e instituições públicas e privadas que apoiam o projeto.

A realização da Travessia das Letras em Portugal sugere o caminho inverso ao do percorrido pelo idioma, com a clara intenção de apresentar e disponibilizar para as crianças e jovens portugueses a cultura e os valores do mundo lusófono.

Priorizou-se na preparação da Travessia o exercício do pensamento, das ideias, da construção de relações sociais e afetivas que se iniciam na infância.

Dessa forma, a DOIS UM Produções, produtora luso-brasileira, em parceria com a Câmara Municipal de Oeiras, realizará, nos dias 30 e 31 de março, no Templo da Poesia — Parque dos Poetas, a Travessia das Letras, uma grande festa dos falantes da língua portuguesa com encontros, oficinas e atividades que misturarão sotaques, cultura e hábitos.

Com o apoio e a chancela do Plano Nacional de Leitura 2017–2027 (PNL2027) e da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), o projeto teve a preocupação de estar integrado à política pública do país. Conta também com o valioso apoio institucional da Missão do Brasil na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), da Embaixada do Brasil em Lisboa, do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., do Camões – Centro Cultural Português em Maputo e da Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas do Governo Português (DGLAB).

Eventos · Formação · Literatura infantil

2.º Encontro de Literatura Infantojuvenil da Lusofonia

2º-ENCONTRO-LUSOFONIA-FOTO-DE-CAPA-01-375x210

A Fundação “O Século” leva a cabo em 2016 o 2.º Encontro da Literatura Infanto-Juvenil da Lusofonia, que terá lugar no Auditório Comendador Rui Nabeiro, entre 22 e 27 de Fevereiro.
O encontro reúne escritores, ilustradores, editores, professores e estudiosos deste tipo de literatura, animadores do livro e da leitura e agentes da literatura infanto-juvenil de todos os países da Lusofonia, num espaço de intercâmbio de ideias e projetos.
Ao longo do encontro, haverá espaços para debates, apresentações de livros, conversas com autores e artistas, bem como uma feira do livro especializada no tema e exposições de ilustradores portugueses e de brinquedos infantis tradicionais.
No último dia do evento estão ainda previstos ateliers de narração, de ilustração e de escrita.
Igualmente, serão organizadas nas escolas de Cascais e concelhos limítrofes sessões com autores. O evento tem como objectivo lançar uma rede lusófona de comunicação entre autores e editores, facilitando a comunicação destes com o público, através do desenvolvimento de uma plataforma web, que se pretende disponível para os cerca de 290 milhões de falantes lusófonos nativos e os cerca de 800 milhões de falantes totais no Mundo.

Programa e inscrições

Leitura · Literatura infantil · Seminários/Conferências

Colóquio Internacional de Literaturas de Língua Portuguesa para Crianças e Jovens

Nos dias 26 e 27 de Outubro, realiza-se, no Anfiteatro III da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, o Colóquio Internacional de Literaturas de Língua Portuguesa para Crianças e Jovens, que visa reunir escritores, estudiosos, professores e estudantes de Letras e Pedagogia, para análise e debate de questões relacionadas com a literatura para crianças e jovens, produzida no Brasil, em Portugal, em Angola, Cabo Verde e Moçambique a partir do século XX.

Programa

Literatura infantil · Livros

«A Contradição Humana» seleccionado para a lista de honra do IBBY

O álbum infantil A Contradição Humana, de Afonso Cruz (Caminho 2010, foi seleccionado para a lista de honra do IBBY (International Board on Books for Young People).
«A lista de honra do IBBY (International Board on Books for Young People) é uma selecção bienal de livros notáveis para crianças e jovens recentemente publicados. Homenageia escritores, ilustradores e tradutores dos países membros do IBBY, organização internacional presente em setenta países de todos os continentes. Os títulos nomeados são seleccionados pelas secções nacionais. A lista completa é publicada em livro, e sete exposições dos livros circulam simultaneamente por todo o mundo», revelou a Caminho através de um comunicado.

Recorde-se que A Contradição Humana foi já seleccionado para a exposição The White Ravens 2011, recebeu o Prémio Autores SPA/RTP 2011 para Melhor Livro Infantil-Juvenil e está nomeado na categoria Melhor Ilustração para Livro Infantil no 22.º Festival Amadora BD.

Literatura infantil · recursos

Revistas on-line sobre literatura para jovens

Quem desejar estar informado sobre literatura infanto-juvenil e promoção da leitura, aqui fica um conjunto de recursos on-line:

http://www.imaginaria.com.ar/

Imaginaria: revista online argentina sobre literatura infantil e juvenil. De periodicidade quinzenal é dirigida a docentes, pais, bibliotecários, escritores, ilustradores, especialistas, e a todos que se relacionem com crianças e leitura. Sedeada em Buenos Aires e em publicação desde 1999.

http://www.dobrasdaleitura.com/index.html

Dobras de leitura: revista digital brasileira editada mensalmente desde 2003 Peter O´Sagae, editor de conteúdo, formado em comunicação e doutorando em Letras pela Universidade de São Paulo (USP): publica textos de especialistas sobre a relação entre leitor e livro, promove a pesquisa histórica sobre contos tradicionais, oferece sugestões sobre práticas de promoção da leitura literária e divulga lançamentos de literatura infantil e juvenil no Brasil.

http://revistabloc.es/

Bloc: revista internacional de arte y literatura infantil: revista espanhola que reúne escritores, bibliotecários, editores, ilustradores e críticos, dedica particular atenção ao álbum ilustrado, promovendo a análise e a reflexão sobre o papel da imagem e da palavra na construção de mundos imaginários.

http://revistababar.com/wp/

Babar: revista sobre literatura infantil e juvenil. Online desde 2000, é considerado o melhor portal espanhol especializado e detém uma significativa difusão internacional.

Literatura infantil · Livros · recursos

O sítio das coisas selvagens

Estreia no próximo dia 26 de Novembro O sítio das coisas selvagens, um filme de Spike Jonze, com James Gandolfini, Paul Dano, Catherine O’Hara, Catherine Keener e Forest Whitaker.
O filem conta a história de Max, um rapaz indisciplinado e sensível que se sente incompreendido em casa e decide fugir para o sítio das Coisas Selvagens. Max vai ter a uma ilha onde encontra criaturas misteriosas e estranhas, cujas emoções são tão selvagens e imprevisíveis como as suas acções. As Coisas Selvagens procuram desesperadamente um líder para orientá-los, tal como Max anseia por um reino para governar. Quando Max é coroado rei, ele promete criar um lugar onde todos serão felizes. No entanto, cedo descobre que governar o seu reino não é tão fácil como parece e os seus relacionamentos tornam-se complicados.
O filme baseia-se no livro Where the Wild Things Are, que Maurice Sendak escreveu e ilustrou em 1963 e rapidamente se tornou um clássico infantil. Para breve está o lançamento da primeira edição portuguesa, pela editora Kalandraka, com o título Onde Vivem os Monstros.

monstros

Quando Spinke Jonze decidiu adaptar o livro ao cinema, convidou Dave Eggers a juntar-se a ele na escrita do guião. Como resultado dessa colaboração Eggers,  a pedido do próprio Sendak haveria de escrever um romance baseado no livro infantil, e que chega às livrarias portuguesas no próximo dia 13 de Novembro, com a chancela da Quetzal.

sitio

Dá-se assim a feliz ocasião de podermos ter nas nossas bibliotecas a mesma história para diferentes públicos e em diferentes suportes. E quem disse que a articulação curricular é difícil?

Recursos:

A história de Sendak:

O trailer do filme de Spike Jonze: