Eventos · Leitura · Livros · PNL

ManiFESTA-te pela leitura! – Dia Mundial do Livro

Para comemorar o Dia Mundial do Livro, o Plano Nacional de Leitura 2027 vai realizar uma grande marcha pela leitura, um momento festivo de celebração do livro, dos autores e dos leitores. O desfile realiza-se em Lisboa, no dia 23 de abril, às 14h30, partirá da Praça Luís de Camões e seguirá pelo Chiado, com paragens para leituras em voz alta nas livrarias BD Mania, Bertrand, Férin e FNAC. O desfile será acompanhado por músicos e por artistas do Chapitô. Todos ao Chiado!
Bibliotecas · Leitura

Concurso Ler em Português

A Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, a Rede de Bibliotecas Escolares e o Plano Nacional de Leitura lançam, em 2011.12, a 1ª edição do concurso Ler em Português, com o intuito de promover a utilização da Língua Portuguesa, aumentar as práticas de leitura e aprofundar a troca de experiências entre alunos e professores portugueses e norte-americanos.

Esta iniciativa conta, ainda, com a colaboração, no acompanhamento e divulgação locais, de outras entidades, designadamente a Secretaria Regional da Educação e Formação – Região Autónoma dos Açores, da Secretaria Regional da Educação e Cultura – Região Autónoma da Madeira e da Coordenação do Ensino de Português nos Estados Unidos da América.

Mais informações aqui.

Leitura · Literatura infantil · Seminários/Conferências

Colóquio Internacional de Literaturas de Língua Portuguesa para Crianças e Jovens

Nos dias 26 e 27 de Outubro, realiza-se, no Anfiteatro III da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, o Colóquio Internacional de Literaturas de Língua Portuguesa para Crianças e Jovens, que visa reunir escritores, estudiosos, professores e estudantes de Letras e Pedagogia, para análise e debate de questões relacionadas com a literatura para crianças e jovens, produzida no Brasil, em Portugal, em Angola, Cabo Verde e Moçambique a partir do século XX.

Programa

Biblioteca digital · Bibliotecas · Ebooks · Escolas · Leitura · Literacia da informação

O triunfo do iPad na Biblioteca

Hoje de manhã recebi uma turma de 7.º ano na Biblioteca, constituída por jovens de 12/13 anos. O objectivo era experimentarem novas formas de leitura em ambiente digital e conhecer o grau de aceitação dos novos dispositivos nos hábitos de leitura.

Os dispositivos utilizados foram o Sony Reader Touch Edition, equipado com mais de uma centena de ebooks, entre os quais muitos de literatura infanto-juvenil (das colecções «Uma Aventura», «Triângulo Jota», etc.) e o iPad, com os mesmos títulos e mais alguns de utilização específica nesta plataforma (Alice para iPad (em inglês), «A Menina do Narizinho Arrebitado» (em português) e «Os três porquinhos» (em inglês e francês)).

A sessão começou pelo e-reader. Os alunos apreciaram a facilidade de utilização, a funcionalidade touch, a qualidade do texto («parece papel») a possibilidade de sublinharem o texto e tomar notas.

Seguiu-se o iPad e o ambiente da sessão transformou-se radicalmente: os olhos brilhantes, as cabeças mais juntas, os dedos mais rápidos, perguntas em catadupa («quanto custa?», «dá para ir à net?», «podemos requisitá-lo?», «dá para escrever?», «podemos fazer aqui os trabalhos?», «onde podemos arranjar estes livros?»).

O e-reader passou a circular apenas pelos que aguardavam a sua vez no iPad. Tenho já quase uma centena de aplicações no iPad, não houve tempo para os alunos experimentarem todas, mas as preferidas foram  os livros (sim, do que gostaram mais foi dos livros, sobretudo dos interactivos), o Google Earth (ver a escola, a sua casa, a casa da avó…), as flahs cards para aprendizagem do inglês (sobretudo as que lhes permitiam gravar a sua voz) e apps musicais.

Concluindo: estou convencido de que o iPad ditará o fim dos e-readers para leitura de ebooks, já que os e-readers apenas ganham ao iPad na duração da bateria e no conforto da leitura para os olhos (apenas valorizável para os nossos hábitos de longas horas a ler, menos pertinente para os hábitos dos jovens, que dificilmente aguentam mais de 45 minutos de leitura seguida). Na biblioteca, pela experiência de hoje, o e-reader apenas será usado quando o iPad estiver ocupado ou acabar a bateria…

Leitura · PNL · Seminários/Conferências

IV Conferência Internacional do Plano Nacional de Leitura

Vai realizar-se, nos próximos dias 15 de 16 de Outubro, na Fundação Calouste Gulbenkian, a IV Conferência Internacional do Plano Nacional de Leitura: Ler no século XXI – Livros, leituras e tecnologias, cujo programa é o seguinte:

15 de Outubro

09h 30m – Recepção dos participantes – entrega de pastas

10h 00m – Sessão de abertura
Isabel Alçada – Ministra da Educação
Eduardo Marçal Grilo – Administrador da Fundação Calouste Gulbenkian
Fernando Pinto do Amaral – Comissário do Plano Nacional de Leitura
Teresa Calçada – Coordenadora da Rede de Bibliotecas Escolares
Fabíola Abreu Afonso – Directora da Direcção Geral do Livro e das Bibliotecas

10h30 – Conferência
“Nuevos lectores. Otra escritura”  – Antonio Rodríguez de las Heras – Director do Instituto de Cultura e Tecnologia da Universidade Carlos III, Madrid
Presidência e comentários: Fernanda Leopoldina Viana – Professora – Universidade do Minho

11h15 Pausa

11h40 – Conferência
“O cérebro com que se aprende a ler depois dos 50 anos” – Alexandre Castro Caldas, Professor do Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Católica Portuguesa
Presidência e comentários: Rizério Salgado – Médico na Unidade de Saúde de São Julião da Barra / Programa Ler+ dá Saúde

12h 30 –  Almoço

14h 30 – Homenagem a Matilde Rosa Araújo
Leonor Riscado – Professora da E.S.E. de Coimbra
Lúcia Maria e Maria Leite – Actrizes

15h- Conferência
“Políticas e práticas de alfabetização no Brasil: avanços e desafios” – João Batista Oliveira, Presidente do Instituto Alfa e Beto
Presidência e comentários: João David Pinto Correia – Professor da Universidade de Lisboa

16h – Painel – “Livros, leituras e tecnologias”
José Afonso Furtado, Director da Biblioteca de Arte da Fundação C. Gulbenkian
Isabel Coutinho, Jornalista do Jornal Público – Cyberescritas
Paulo Ferreira, Consultor Editorial da Booktailors
Moderação: Ana Sousa Dias – Agência Lusa

16h 45 – Apresentação de estudo:
“Como lêem e como deveriam ler as crianças portuguesas do 1º ao 6º ano” * – Isabel Leite, Professora da Universidade de Évora
Moderação: Leonor Riscado – Professora da E.S.E. de Coimbra


17h 30 – Fim dos trabalhos

16 de Outubro

10h –  Conferência
“The amplified author and creative reader” – Chris Meade, Director do if:book.
Presidência e comentários: José Afonso Furtado – Director da Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian

11h – Pausa
11h 30 – Painel
Ler+ Teatro – Lúcia Correia, Colaboradora do Plano Nacional de Leitura;  Alunos e professores da Escola Básica Nuno Gonçalves

Novas Oportunidades a Ler+ – Filomena Cravo, Plano Nacional de Leitura; Paula Luís; Plano Nacional de Leitura

Novas Leituras – Carlos Correia, CITI / Universidade Nova de Lisboa; Fernando Pinto do Amaral, Comissário do Plano Nacional de Leitura

Moderação: Luísa Matos – Plano Nacional de Leitura

12h 30 – Apresentação de estudo:
“Avaliação Externa do Plano Nacional de Leitura” – António Firmino da Costa, Centro de Investigação e Estudos de Sociologia / Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (CIES/ISCTE)
Moderação: Alexandra Marques – Directora da Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular

Leitura · Literacia da informação · Livros · Seminários/Conferências

V Encontro Oeiras a Ler

É já para a semana que se inicia o V Encontro Oeiras a Ler, este ano subordinado ao tema Estes mares que agora navegamos: a expansão do conhecimento e as novas modalidades de aprendizagem. Vão ser dois dias (20 e 21) de conversas à volta dos livros, da leitura e das literacias, com presença, entre outros, de Sheila Webber (Universidade de Sheffield – Reino Unido), Sonia Livingstone (Reino Unido) e José António Merlo Vega (Espanha). O programa compelto pode ser consultado aqui: