Estudos · Leitura · Novas literacias

Leitura em papel vs. leitura em ecrã [ebook]

Este ebook (em espanhol), editado pela CERLALC (O Centro Regional para o Fomento do Livro na América Latina e o Caribe) reúne um conjunto de artigos escritos por investigadores no âmbito do projeto Evolução da Leitura na Era da Digitalização (E-READ), financiado pela União Europeia e que envolveu quase duzentos académicos, cientistas e especialistas em leitura e literacia de toda a Europa.

Algumas das questões abordadas nos artigos são: a leitura fragmentada e superficial, promovida pelos media digitais pode estar a afetar a nossa capacidade de ler de forma concentrada e profunda? Os materiais impressos têm vantagens para entender e lembrar o que lemos em comparação com os conteúdos digitais? Os chamados “nativos digitais” são mais competentes para ler conteúdos digitais? Que consequências teria o abandono da caligrafia?

Educação · Estudos · Literacia dos média

Desenvolvimento da Criatividade e do Pensamento Crítico dos Estudantes – O que significa na escola

Publicação da OCDE sobre criatividade e pensamento crítico é lançada em português

Numa educação para o século XXI, educadores e sistemas educacionais deverão preparar os estudantes para os novos desafios que que já despontam em todas as sociedades: indo além do ensino do currículo tradicional, escolas deverão desenvolver os alunos nas suas diversas dimensões por meio da promoção de diversas competências, entre elas criatividade e pensamento crítico.

Essa é uma das recomendações do relatório da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico) “Fostering Student’s Creativity and Critical Thinking – what it means in school”, traduzida para o português pelo Instituto Ayrton Senna em parceria com a Fundação Santillana.

Educação · Estudos · Literacia da informação · Novas literacias · recursos

Pedagogias Inovadoras 2020

Desde 2012, o Institute of Educational Technology, da Open University publica anualmente um relatório que explora novas formas de ensinar, aprender e avaliar, para orientar educadores e responsáveis políticos.

Na edição de 2020, são abordados os seguintes temas:

  • Inteligência artificial na educação (preparar-se para a vida e aprender na era da IA)
  • Perspectivas pós-humanistas (a relação entre humanos e tecnologia)
  • Aprender através de dados abertos (usar dados do mundo real para aprendizagem pessoal relevante)
  • Envolvimento com ética de dados (uso ético dos dados na vida digital e na aprendizagem)
  • Pedagogia da justiça social (abordagem das injustiças na vida e na sociedade)
  • Esports (aprender e ensinar através de jogos virtuais competitivos)
  • Aprender com animações (assistir e interagir com animações curtas)
  • Aprendizagem multissensorial (usar vários sentidos para melhorar a aprendizagem)
  • Aprendizagem em rede offline ( aprendizagem em rede além da Internet)
  • Laboratórios online (laboratórios acessíveis a todos)

[PDF, 1.4 MB, 50 págs,]

Estudos · Literacia da informação · Literacia dos média

“A Desinformação – Contexto Europeu e Nacional”

O Conselho Regulador da ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social entregou ontem na Assembleia da República o estudo “A Desinformação – Contexto Europeu e Nacional”, que consiste numa reflexão sobre a dimensão, abrangência e problemática em torno da proliferação de desinformação e falsas narrativas online. O estudo pode ser consultado aqui:
Bibliotecas · Estudos

“Marco de referencia para las bibliotecas escolares”

O Ministério da Educação de Espanha acaba de publicar o documento “Marco de referencia para las bibliotecas escolares”  com orientações sobre o papel da biblioteca escolar no sistema educativo do século XXI, dirigidas a todos os membros da comunidade escolar, especialmente aos responsáveis pelas políticas educativas e aos técnicos e docentes que trabalham nas bibliotecas das escolas.

O documento, com 72 páginas em formato pdf, pode ser acedido aqui.

Estudos · Literacia da informação

Estudo – The High Cost of Low Educational Performance

Um estudo da OCDE que reforça os resultados do já divulgado estudo nacional «A Dimensão Económica da literacia»

Algumas ideias-chave:

– É a qualidade da educação que impulsiona a economia, e não o contrário.
– A qualidade da educação é mais decisiva que a duração da escolaridade.
– Portugal é um dos países onde a melhoria da qualidade da educação terá mais impacto na economia:

Estudo disponível aqui:
http://www.oecd.org/dataoecd/11/28/44417824.pdf

Estudos · Literacia da informação · web

As crianças e a internet: usos e representações, a família e a escola

Já se encontra disponível o relatório da 1ª fase do estudo «Crianças e internet: usos e representações: a família e a escola». Coordenado por Ana Nunes de Almeida, este estudo foi desenvolvido pelo Instituto de

Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e patrocinado pela Fundação Calouste Gulbenkian e teve como o objectivo é conhecer os usos que fazem e as representações que as crianças constroem sobre a internet, em dois contextos fundamentais do seu quotidiano – a família e a escola. Para a realização do estudo foi aplicado um questionário a 3039 crianças e jovens dos 1º, 2º e 3º ciclos do ensino básico, maioritariamente entre os 10 e os 15 anos de idade. Estiveram envolvidas 50 escolas, públicas e privadas, pertencentes às 5 Direcções Regionais de Educação.
Para consultar o estudo, clicar aqui.