Skip to content

Prémio Leya 2009 vai para João Paulo Borges Coelho

Outubro 13, 2009

O júri do Prémio Leya, presidido por Manuel Alegre, deliberou hoje conceder a segunda edição deste prémio ao romance O OLHO DE HERTZOG, da autoria do escritor moçambicano JOÃO PAULO BORGES COELHO.

Conforme se lê na acta do júri, «o romance vencedor restitui-nos o contexto histórico dos combates das tropas alemãs contra as tropas portuguesas e inglesas na I Guerra Mundial, na fronteira entre o ex-Tanganica e Moçambique, o confronto entre africânderes e ingleses, a emigração moçambicana para a África do Sul, a reacção dos mineiros brancos, as primeiras greves dos trabalhadores negros e a emergência do nacionalismo moçambicano, nomeadamente através da imprensa e dos editoriais do Jornalista João Albasini».

O júri considerou a obra «um romance de grande intensidade, em que se conjugam a complexidade das personagens, a densidade da trama narrativa e a busca de O Olho de Hertzog, que é, de certo modo, uma metáfora da demanda do destino individual e colectivo e do nunca desvendado mistério do ser».

SOBRE O AUTOR

João Paulo Borges Coelho é historiador e escritor moçambicano. Nasceu no Porto, em 1955, mas, sendo filho de pai transmontano e de mãe moçambicana, cedo foi viver para Moçambique e adquiriu nacionalidade moçambicana. Estudou em Moçambique, obtendo posteriormente Doutoramento em História Económica e Social conferido pela Universidade de Bradford (Reino Unido) e Licenciatura em História conferida pela Universidade Eduardo Mondlane de Maputo, em Moçambique, onde hoje ensina História Contemporânea de Moçambique e África Austral. É, também, professor convidado no Mestrado em História de África da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Tem-se dedicado à investigação das guerras colonial e civil em Moçambique, tendo publicado vários textos académicos em Moçambique, Portugal, Reino Unido, Espanha e Canadá. Como escritor, estreou-se na ficção com ‘As Duas Sombras do Rio’, em 2003. Foi o vencedor do Prémio José Craveirinha, de 2005, atribuído em 28 de Março de 2006, com o seu livro ‘As Visitas do Dr. Valdez‘. Moçambique é o principal pano de fundo de todo o seu trabalho de ficção. O autor é publicado em Portugal pela Caminho.

Obras publicadas:

Romance e Novela

«As Duas Sombras do Rio», Editorial Caminho, 2003.

«As Visitas do Dr. Valdez», Editorial Caminho, 2004

«Índicos Indícios I. Setentrião», Editorial Caminho, 2005

«Índicos Indícios II. Meridião», Editorial Caminho, 2005

«Crónica da Rua 513.2», Editorial Caminho, 2006

«Campo de Trânsito», Editorial Caminho, 2007

«Hinyambaan», Editorial Caminho, 2008

Banda Desenhada

«Akapwitchi Akaporo. Armas e Escravos», Maputo, Ed. do Instituto Nacional do Livro e do Disco, 1981.

«No Tempo do Farelahi», Maputo, Ed. do Instituto Nacional do Livro e do Disco, 1984 (o autor assina apenas João Paulo)

joao paulo borges coelho por

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: